Auto 26 de junho de 2019

Cuidado, pois você pode perder o seu seguro auto!

Boa parte dos brasileiros não é familiarizada em contratar seguros, seja como forma de proteção de seu automóvel, imóvel ou cuidado com a própria vida.  Entretanto, vale lembrar que os seguros servem como cobertura de danos e amenizador de prejuízos. Em nosso dia a dia somente no caso dos automóveis, que traz a obrigação de pagar um seguro anual para o licenciamento.

Mas ao realizar a contratação de um seguro auto, muitas vezes as pessoas não tem o cuidado de ler e buscar compreender o que está descrito nas cláusulas do contrato. Entretanto é neste momento que mais deveria se ter cuidado, pois você pode ter surpresas desagraveis ao relatar um sinistro.

Esta falta de cuidado e de conhecimento sobre o conteúdo do contrato pode custar bem caro ao assegurado em algumas situações. Muitas pessoas acreditam que estão totalmente seguras após terem contratado um seguro, mas isso não é de todo verdade. Caso ocorra algo que não esteja na cobertura de sua apólice, você terá que arcar com ás custas, ou mesmo que esteja descrito tudo dependerá da forma em que ocorreu a situação.

O mais ideal seria que tudo contratante lesse de forma atenciosa de forma completa sua apólice, conhecendo assim quais os direitos e deveres, além de sua cobertura. Mesmo que pareça ser entediante para alguns é importante entende-lo por completo. Após a contratação e validação do contrato você não poderá alegar desconhecimento sobre as cláusulas.

Abaixo vão estar descritas algumas situações onde você pode perder a indenização por parte do seguro.

No momento de contratação do seguro informei que meu carro ficava em uma garagem, mas não é verdade. Caso aconteça algo, poderei perder o direito ao seguro?

 

No momento que você entra em contato com uma seguradora, esta traça um perfil. A partir destas informações que é avaliado os riscos e se chega a um valor do seguro. A cobertura também será de acordo com este perfil. Então caso ocorra uma situação de furto ou roubo e você não tenha agido com a verdade, a seguradora fará uma investigação de como foi de fato a situação e você poderá perder a indenização por parte da seguradora. Entanto, se por alguma situação excepcional o veiculo, pernoitar fora da garagem e isso for constatado pela seguradora, o pagamento ocorrerá normalmente.

Caso ocorra um acidente e o nome do condutor não está na apólice: o sinistro pode ser negado?

Depende. Caso o condutor do veiculo no momento do acidente esteja fora do perfil de risco, a possibilidade de ser negado é quase nenhuma. Entretanto, o condutor não incluso na apólice, não pode dirigir o caso mais de 20% do tempo. Mas vale verificar esta situação com a segura, entretanto normalmente cobertura é realizada.

Passar por uma área alagada é motivo para perder o sinistro?

Sim. Se o cliente se colocar o automóvel em uma situação de risco, ao tentar passar por uma via alagada, a seguradora pode negar o pagamento do sinistro, já que esta atitude mostra que, você assumiu o risco.

Caso estiver embriagado e causar um acidente, o sinistro pode ser negado?

Sim. O motorista precisa cumprir todas as leis para estar coberto. Em caso de sinistro, ficando comprovado que o segurado estava embriagado ou acima do limite de velocidade o sinistro pode ser negado pela seguradora.

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Publicações relacionadas

Receba atualizações por e-mail